5 segredos sobre a Brooklyn Bridge

Atravessar a Brooklyn Bridge é quase que um passeio obrigatório, não é mesmo? A ponte é linda e um marco da cidade, com seus 134 anos, mas vocês sabiam que existem alguns segredos sobre ela? Fatos pouco conhecidos sobre a ponte incluem desde cave de vinho escondida até um desfile de 21 elefantes cruzando a ponte em 1884. Neste post vou listar alguns deles para que seu passeio fique ainda mais interessante 😉

1 – Rumores de que a ponte entraria em colapso.

brooklyn-bridge-cables_.jpg

Apenas seis dias após sua inauguração, uma mulher tropeçou e caiu nas escadas de madeira no lado de Manhattan da ponte. Isso fez com que outra mulher se assustasse gritasse. Por conta disso, logo criou-se uma confusão e rumores de que a ponte estava caindo. As pessoas ficaram tão desesperadas tentando sair das escadas da ponte que 12 pessoas morreram nessa confusão.

Na época de sua construção, a ponte era de longe, a mais longa do mundo e 50% maior do que qualquer ponte suspensa jamais construída. Pra vocês terem idéia, as duas torres de pedra eram as estruturas mais altas de Nova York.

2 – O desfile de 21 elefantes

elefante.jpg

Um ano após a abertura, para tentar tranquilizar a população de que a ponte era segura, P.T. Barnum liderou um desfile de 21 elefantes na ponte. Tem até um livro infantil chamado “21 elefantes e ainda em pé” por conta desse dia. Apesar de que a ponte foi construída para ser seis vezes mais forte do que o necessário, com uma capacidade de 18.700 toneladas, ou mais de 2.500 elefantes africanos, mas de qualquer forma, isso foi um marco para a história da Brooklyn Bridge.

3 –  A sala de bombas

bomba.jpgFoto: Seth Wenig

No ano de 2006 foi encontrado um cofre em uma das torres da ponte com um estoque enorme de bombas. O cofre foi descoberto quando os trabalhadores da cidade realizaram uma inspeção estrutural de rotina. Além disso também encontraram caixas de suprimentos médicos, cobertores e alimentos enlatados. O que chamou a atenção foi que nas caixas tinham escrito o ano (1957). Era a época da Guerra Fria e foi quando os soviéticos lançaram o satélite Sputnik. O estoque com mais de 50 anos estava intacto. Quando descobriram foi inclusive noticiado pelo New York Times.

4 – A Adega de Vinhos

caves.jpgFoto: Stanley Greenberg

Nas duas torres da ponte (nos lados de Manhattan e Brooklyn) encontraram “caves”(adegas) de vinhos e champanhes que eram armazenados há anos.  Tinham vinhos da Itália, Alemanha e França, Quando descobriram também foi noticiado pelo New York Times.

Dizem que os irmãos Luyties pagaram na época US$ 5.000 pelo armazenamento de vinho na adega no lado de Manhattan e que a empresa UMA Smith & Company pagou US$ 500 por ano de 1901 a 1909  no lado do Brooklyn. Vejam a diferença, Manhattan já era mais caro desde aquela época.

5 – Apesar da força, a ponte ainda se mexe

brooklyn.jpg

Vocês sabiam que a Ponte do Brooklyn sobe cerca de três centímetros no inverno? Isso ocorre exatamente por conta do frio intenso. Os cabos se contraem e se expandem em temperaturas frias e isso acontece desde a conclusão da ponte. E olha que os cabos são BEM potentes e parrudos. Cada cabo é composto por 19 fios separados, dos quais possuem 278 fios separados (minha nossa). No total são mais de 14.000 milhas de fios na ponte. Muita coisa né!!

Lembrando que o melhor horário para atravessar a ponte (na minha opinião) é no fim da tarde para ver o pôr do sol 😉

Aproveitem!

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.