Alexandre

No dia 7 de outubro de 2019 desembarquei em Nova Iorque, no aeroporto JFK, na companhia de minha esposa Linete. Do aeroporto fomos a Manhattan de metrô. No dia seguinte às 10:00 da manhã Juliana apareceu na recepção do hotel para ser nossa guia por um dia. Simpatia e empatia ao primeiro contato. Fora do Brasil a gente percebe com mais nitidez o jeito de ser brasileiro, no melhor sentido, com toda formalidade e profissionalismo de uma metrópole cosmopolita como Nova Iorque. Foi nossa primeira viagem aos Estados Unidos. E graças a Juliana que mostrou os encantos e a arquitetura da parte antiga, na chamada downtown, minha esposa deixou de lado o estereótipo que ela tinha na cabeça sobre os americanos. O mais saboroso foi a longa caminhada por toda a ponte do Brooklyn até chegarmos a um excelente restaurante com vista ampla para Manhattan. Para ser franco eu prefiro ser meu próprio guia em outras viagens. Mas, percebendo o universo que é New York acertei em contratar uma compatriota gentil e solícita. Além disso, ela deu outra dica para o retorno ao Brasil e contratei o serviço de outra brasileira, também Juliana, que mandou um mineiro deixar-nos no portão da Latam. Em suma, recomendo o trabalho de Juliana. Alexandre Forte.