5 SEGREDOS DA GRAND CENTRAL

O Terminal Grand Central foi inaugurado em 1913 e um dos principais destaques é sua arquitetura. Inspirada no estilo Beaux-Arts, utiliza elementos gregos e romanos em conjunto com ideais renascentistas. Chique não?

É só o maior terminal de trens do mundo em número de plataformas: “apenas” 44 – com 67 trilhos entre elas, pequenino não? Em média, 750 mil usuários passam por ela todos os dias. Imaginou?

Além do hall maravilhoso, tem muitas coisas para fazer na visita, vamos lá:

1- O RELÓGIO

Na parte central do hall outro ponto que chama muita atenção é o relógio de 4 faces no topo do balcão de informações. Cada face do relógio é feita de opala e o valor dele é estimado entre 10 a 15 milhões de dólares. Baratinho né!

2 – O TETO

Tudo bem que vai ser difícil você não ver mas após 12 anos de restauração, o teto foi decorado com pinturas astronômicas. Antes disso, a pintura do teto estava completamente escondida sob camadas de alcatrão e nicotina. Não é lindo? Logo que você entra no hall ele já chama atenção, pois o hall já é enorme e com o teto, parece que fica maior ainda.

3 – A GALERIA DO SUSSURRO

É muito divertido! Os arcos de cerâmica podem fazer um sussurro do outro lado da galeria soar como um grito. É preciso duas pessoas, cada uma vai de um lado dos arcos (sentido diagonal para a outra pessoa) de frente para os cantos e fala alguma coisa, a outra pessoa irá ouvir claramente 🙂 Você vai se surpreender com o que vai escutar! Fica na praça de alimentação, perto do Oyster Bar. Vale dar uma conferida!

Atém da arquitetura, tem mais coisas legais para ver, bora lá:

Dentro da Grand Central tem uma galeria com algumas lojas como: Apple Store, MAC, Swatch, L’Occitane e outras mais.

E também tem muitos lugares para comer: a Magnólia Bakery, famosa rede de bolos e cheesecakes, Shake Shack, ou se você estiver com mais tempo e din din, também tem o Oyster Bar que é de frutos do mar (cenário da série Mad Man).

4 – SPEAKEASY THE CAMPBEL BAR

foto: thecampbellnyc

O refinado speakeasy tem esse nome pois o espaço já foi o escritório  (em 1923) do financista John W. Campbell que era membro da diretoria da New York Central Railroad. Sua decoração com inspiração Florentina do século XIII foi mantida, incluindo as janelas de chumbo, o cofre e o teto que foi pintado a mão. Geralmente os Speakeasies em NY são bem pequenos mas este é enorme, o maior que já fui. Super vale a pena a visita para uns drinks 😉

5 – GRAND CENTRAL MARKET

Esse mercado é um charme, vale a pena dar uma passadinha pra conhecer. É como se fosse um mini mercadão de SP, você encontra desde frutas, cookies, até peixes e queijos. Nada mau pra fazer uma boquinha por ali.

Aproveite!

Postar um Comentário